Como preparar um Drink – Bloody Mary

Já conhece o Canal Confraria do Cafajeste? Aprecie sem moderação.

O Confraria do Cafajeste segurou bastante tempo para gravar o Bloody Mary, este cult dos Drinks, amado, ou odiado. O motivo? Estávamos aguardando uma acompanhante que simbolizasse bem este coquetel, e cá está ela, essa ruivinha deslumbrante, Aline Venom, cabelos cor de fogo, presença marcante, ela detonou neste Strip Drink.

INSCREVA-SE no canal! CURTA o vídeo!

A Aline, essa Fênix, espetacularmente maravilhosa, deu um show de sensualidade no preparo deste coquetel, uma avalanche de tesão que inundou nosso set de gravação, veja no Spartanas.

BLOODY MARY

O tradicional Bloody Mary é um dos drinques mais famosos da história. Seu nome dramático, que em português significa “Maria Sangrenta”, já que o drinque é vermelho e o suco de tomate é o grande responsável pela cor, encontra-se relacionado a diversas lendas.

Salgado e apimentado, este coquetel não agrada a todos, mas traz consigo uma legião de admiradores pelo mundo afora.

O Bloody Mary drink comemorou em 2014 seus 80 anos, sem perder o luxo e o glamour com o passar do tempo.

A versão mais aceita do coquetel (datada dos anos 20) que leva vodca, suco de tomate e os temperos em seu preparo, foi criada pelo francês Fernand Petiot quando ele trabalhava no Harry’s Bar, em Paris.

Cabe lembrar que entre os anos de 1920 e 1933, vigorou nos Estados Unidos a lei que ficou conhecida como a “Lei Seca”, que estabelecia que nenhuma bebida poderia ser vendida contento mais do que 0,5% de álcool em sua composição. O contrabando e a produção ilegal propiciaram o surgimento de bebidas alcoólicas com qualidade e gosto duvidosos, e a única maneira de consumi-las era através da mistura de sucos, refrigerantes e outros ingredientes. Nesta época, os clientes americanos procuravam por uma bebida de aparência e teor alcoólicos mascarados e pasmem: o Bloody Mary foi à saída perfeita para confundir as autoridades.

Outra versão versão, estaria relacionada à Maria Tudor ou Maria I, rainha inglesa que perseguiu protestantes na Inglaterra e Escócia no século XVI.

Entretanto, a versão mais aceita entre os críticos e historiadores é a da inspiração para o nome ter vindo da realeza britânica (última versão).

Durante o seu curto reinado (que durou apenas 5 anos – 1553 a 1558), a rainha Maria I tentou em vão restaurar o catolicismo inglês e perseguiu a igreja que seu próprio pai, o rei Henrique VIII havia fundado, mandando queimar cerca de 300 anglicanos vivos, o que lhe rendeu o apelido de “Bloody Mary”. Até sua meia-irmã, que se tornaria a célebre rainha Elizabeth I, permaneceu presa durante dois meses na Torre de Londres.

Outra grande qualidade atribuída ao Bloody Mary drink é a sua capacidade de curar ressacas. Isso mesmo! Drinques salgados são ótimos para isso. O suco de tomate, salsão e o limão ajudariam a metabolizar mais rapidamente o álcool.

Algumas pessoas afirmam ainda, que o Bloody Mary drink teria sido o preferido da grande atriz norte-americana Marylin Monroe.

Fonte: Barman School

INGREDIENTES

  • 60ml Vodka
  • 150ml Suco de Tomate
  • 15ml Suco de Limão
  • 15ml Molho Inglês
  • 2 a 3 gotas de Tabasco
  • Sal e Pimenta do reino;
  • Para decorar: 1 talo de cenoura ou aipo, ou ramo de alecrim
  • Cubos de Gelo.

UTENSÍLIOS

– Copo Longo;

– Dosador;

– Coqueteleira;

– Cocktail Bar Shaker filtro de gelo.

MODO DE PREPARO

– Crustar a borda do copo com limão e sal;

– Reserve o copo com gelo;

– Coloque gelo na coqueteleira;

– Despeje todos os ingredientes na coqueteleira;

– Mexa bem;

– Despeje a mistura no copo com gelo;

– Decore com o talo de cenoura ou aipo.

STRIP DRINK – BLOODY MARY

Modelo: Aline Venom (Spartanas)

Vídeo Maker: Juarez Soares

Direção de Conteúdo: Fernando Max

Produção Executiva: Carol Van

Facebook Confraria do Cafajeste

Como-preparar-um-drink-2

Como-preparar-um-drink-1

O Spartano

Publicitário workholic, carnívoro desde que nasceu, curte a vida a La Rock’n’Roll, pai e marido (infiel), suspeita que tenha algum tipo de problema vinculado a sexo, acorda de pau duro, fica duro no trabalho num simples rebolar de sua secretária piriguete e dorme duro, pois sua esposa não dá pra ele de noite! Ainda assim acredita no amor, mas principalmente nas GPs que são a salvação da humanidade masculina em tempos onde a DR é mais importante do que o sexo.

Deixe uma resposta