Ninfomaniaca

Ninfomaníaca – O Filme

Na cabeça masculina, as mulheres ninfomaníacas são tecnicamente as melhores. Uma mulher ninfomaníaca nada mais é que uma pessoa que apresenta um nível elevado de desejos sexuais e fantasias eróticas. O filme “Ninfomaníaca- 1 e 2” mostra que essa realidade não é tão excitante assim.

O filme conta a história de Joe, estrelada pela renomada atriz Charlotte Gainsburg, que inclusive venceu o prêmio Bodil de melhor atriz pela atuação. Na trama, Joe é uma ninfomaníaca já diagnosticada por essa doença. No primeiro volume do filme, Joe é encontrada desacordada, recém-espancada no chão de um beco por Seligman, interpretado por Stellan Skarsgard. Ele a leva até a sua casa e quando ela recobra a consciência, começa a relatar a ele as suas mais diversas experiências sexuais e como ela lidava com a sua condição de ninfomania. Seligman é um fissurado por pesca com mosca e passa o filme inteiro comparando as experiências sexuais de Joe com a pesca. O primeiro filme desse segmento tem um final bastante surpreendente.

Ninfomaniaca 1 e 2

A princípio, o diretor do filme Lars von Trier, tinha como objetivo contar a história de Joe em uma única obra, mas devido a duração de várias horas da mesma, ele decidiu que essa história seria  dividida em duas partes. O primeiro filme teve sua estreia aqui no Brasil no dia 10 de janeiro de 2014.

O filme foi vencedor de diversos prêmios, não apenas como melhor atriz, mas como melhor filme dinamarquês, melhor diretor, melhor roteiro original entre outros diversos prêmios.

Foi alvo de críticas, por conter cenas de sexo explícito(na versão sem cortes), cenas de violência e por mostrar sem pudor algum as partes íntimas dos atores.

O filme mostra os dramas psicológicos que o vício em sexo pode trazer a uma pessoa, sendo que a personagem principal desenvolve os primeiros sinais da ninfomania logo na infância.

Ninfomaniaca 1 e 2

A trama conta com uma excelente trilha sonora, que mistura rock clássico e moderno.

Se você tem algum problema com violência demasiada, cenas de nudez e trauma psicológico, o filme não é indicado. Tirando esse fato, esse é um excelente filme para se assistir, com um assunto que de certa forma, ainda é um tabu em nossa sociedade.

O Spartano

Publicitário workholic, carnívoro desde que nasceu, curte a vida a La Rock’n’Roll, pai e marido (infiel), suspeita que tenha algum tipo de problema vinculado a sexo, acorda de pau duro, fica duro no trabalho num simples rebolar de sua secretária piriguete e dorme duro, pois sua esposa não dá pra ele de noite! Ainda assim acredita no amor, mas principalmente nas GPs que são a salvação da humanidade masculina em tempos onde a DR é mais importante do que o sexo.